Growth Hacker: Como se tornar um!

Growth Hacker foi uma expressão utilizada pela primeira vez em 2010 em uma referência a um tipo de profissional que tem como missão exclusiva o crescimento rápido e sustentável de um negócio.

A proposta do GH (Growth Hacker) é questionar incessantemente os processos, tudo que é feito, porque é feito, e como é feito, propondo e testando novas ações e oportunidades sempre de olho no crescimento.

Embora o conceito de crescimento em escala não é novo, a proposta de ter um profissional com competências capaz de pensar e executar, focado no crescimento da empresa, isso sim é algo novo e que traz ótimos resultados.

Mistura de competências de um Growth hacker

O Growth Hacking, atraiu muitos olhares curiosos e as primeiras mudanças foram rapidamente sentidas pelo mercado, especialmente no mercado de startups e outros que utilizam estratégias enxutas (lean).

O pensamento dos profissionais que assumem agora este posto está essencialmente baseado na observação dos resultados da junção da psicologia, da criatividade e da análise em um mesmo projeto.

As empresas que já investem em growth hacking, como Uber, Airbnb e Dropbox são exemplos claros de que a metodologia e as técnicas deste modelo dão muito mais do que certo.

Se você ainda ficou com dúvidas, entenda aqui o que é o Growth Hacking.

A personalidade do Growth Hacker

Mas, quem pode ser chamado de growth hacker?

Com uma rápida pesquisa você provavelmente poderá encontrar diferentes respostas.

Há quem acredite que apenas programadores podem assumir este posto, outros pensam que o cargo é destinado para o marketing digital.

Personalidade de um Growth Hacker

A verdade é que as habilidades técnicas são apenas um dos pré-requisitos.

É preciso de muito mais, veja a seguir algumas das características determinantes na personalidade do Growth Hacker:

1. O growth hacker deve ser completamente focado ao crescimento rápido

Como o próprio nome já sugere, todo Growth Hacker precisa ter uma verdadeira obsessão com o crescimento!

O description job de um growth hacker é um profissional focado na busca do crescimento rápido e sustentável desde o momento 0 até com a empresa em andamento.

O growth hacker possui um inconformismo dentro de si e por isso mesmo está sempre se reinventando.

Quando algo dá certo é importante repetir e tentar maximizar os ganhos, explorando ao máximo.

2. Tem que ter criatividade

Você é uma pessoa criativa? A criatividade é praticamente a base do trabalho do profissional de growth hacking. Fazer melhorias constantes, rever a forma de vender algo, buscar aumentar o alcance ou o faturamento do seu produto, e tudo isso sem ter que mexer no orçamento do seu negócio são exemplos claros do trabalho do GH.

Manter a cabeça aberta e liberar a criatividade é importante para o profissional que precisa encontrar novas opções e muitas vezes reinventar a forma tradicional de se fazer marketing.

É importante que durante o processo de growth hacking se permite encontrar novas formas e até atalhos para atingir grandes resultados.

3. Ser curioso!

Além de ser criativo, o growth hacker precisa ser também curioso, afinal um profissional curioso é capaz de grande aprendizado e tem mais capacidade para pensar diferente.

A curiosidade é um fator que além de estimular a criatividade, impulsiona o conhecimento e a motivação para buscar ser diferente.

A curiosidade para mim é um das principais qualidades!

Quanto mais curioso e auto-motivado você for, melhor Growth Hacker será!

Além disso, é imprescindível ser curioso sobre os avanços e modernizações na área de atuação do negócio, perfil do público-alvo e sobre o que os concorrentes diretos e indiretos da empresa estão fazendo.

4. O growth hacker precisa de paciência

Não só de agitação e correria vive um growth hacker.

É importante interiorizar que por mais que gostaríamos os resultados não acontecem da noite para o dia.

Saber esperar a hora certa de lançar testes, mudar campanhas e conferir os resultados faz parte das tarefas de growth hacker.

Você pode colocar todos os esforços a perder por conta da pressa de colher resultados ou não planejar da forma adequada os testes.

5. Trabalhar com a resiliência é um diferencial

Por fim, a última característica requerida na personalidade do growth hacker é a resiliência.

Você sabe o que é isso?

Ser resiliente significa não se abater com possíveis erros e fracassos, é manter-se sempre confiante, superando o que passou e investindo pesado no presente e no futuro.

Na rotina do Growth Hacker isso é algo comum. Você precisa testar coisas novas sempre e vive criando hipóteses, lança os testes, tenta acertar, mas nem sempre você acerta no alvo.

Errar também não é algo necessariamente ruim. Se você consegue extrair resultados dos seus erros isso é uma coisa boa!

Ser resiliente é fundamental para o growth hacker que quer fazer história.

Quais conhecimentos são necessários para ser um bom Growth Hacker?

Lembra quando eu falei que não há um consenso sobre a formação de um Growth Hacker?

Isso é verdade, mas não completamente.

Não existe um curso formal melhor ou pior para formar growth hackers, mas existem um conjunto de competências desejadas que formam um bom profissional de Growth Hacking.

Também é preciso e esperado que o GH tenha as habilidades necessárias para colocar na prática suas ideias, o que faz com que se aproxime do mundo da tecnologia e programação.

 

Existe um conjunto de competências conhecido na educação como modelo T que é indicado para quem quer ser um Growth Hacker.

 

Modelo T Growth Hackers

A proposta é que você desenvolva competências conforme este modelo que reúne diversas áreas como marketing, análise de dados, psicologia e tecnologia.

É recomendado ter um vasto conhecimento horizontal em disciplinas base e ir aprofundando conforme sua preferência como GH.

Neste exemplo de modelo T proposto o profissional está preparado para ser um Growth Hacker com habilidades variadas que ajudam ele a entender e colocar em prática as hipóteses que ele pode gerar.

Quanto mais informações e conhecimentos sobre desses itens, ele cresce verticalmente. No caso do exemplo acima a pessoa é especialista em técnicas de email marketing e marketing de conteúdo, uma forma poderosa de conversão e outra para atração de tráfego.

Eu recomendo para todo interessado em Growth Hacking, seguir este modelo T como um mapa acima e se aprofundar em pelo menos 2 especialidades como foi o caso acima.

Minha dica também é buscar especialidades complementares como é o caso de uma para conversão e outra para atração.

Como se tornar um Growth Hacker começando agora

Se você está começando agora e achou o modelo T, muito complexo, tenho comigo algumas habilidades essenciais para começar a explorar o mundo do Growth:

Para ser um profissional de growth hacking o primeiro passo é se lançar em busca de mais informações e conteúdos sobre a área, além de fazer uma análise pessoas e questionar se você as características necessárias para o trabalho.

A rotina do growth hacker passa por alguns assuntos do dia-a-dia que você pode começar a ver hoje mesmo:

  • Analytics: A ferramenta mais usada é o Google Analytics, ele não é o único, mas é um bom ponto de partida. A principal função desta ferramenta é nortear as decisões tomadas, verificar os resultados e o que tem funcionado melhor, possibilitando investir naquilo que funciona.
  • Design: O design é importante para todos os negócios virtuais, portanto é importante conhecer e saber se virar na criação de peças de comunicação, banners, anúncios e outras peças.
  • Estatística: A estatística é importante para poder avaliar suas ações e tomar decisões com precisão. Na dúvida existe muito conteúdo online para te ajudar.
  • Marketing digital: Saber como funciona o ecossistema do marketing digital também é praticamente uma obrigatoriedade visto que a maior parte das técnicas growth hacking estão dentro do contexto virtual.
  • Teste A/B: Qual linguagem de campanha dá mais certo dentro do seu negócio? Qual propaganda ou promoção é mais atrativa? Usar as ferramentas de teste A/B para ter essas respostas e nunca pare de testar.

E, agora que você já sabe o que é um growth hacker e quais são as suas principais características e conhecimentos, que tal se aprimorar para assumir este posto fazendo parte de uma Lista VIP? Aproveite para se cadastrar e tenha acesso a conteúdos exclusivos para a sua formação!